domingo, 1 de abril de 2012

Mas eu não tenho tempo...

Tempo, esse recurso cada vez mais escasso e precioso na sociedade moderna...
Quantas vezes não ouvimos as pessoas a dizerem que não têm tempo, têm dois filhos, ou três, e têm uma casa para cuidar, um emprego... o desporto delas é tratar dos filhos, da casa, das refeições... e quando é que cuidam delas?
Independentemente das ocupações diárias que cada pessoa tem, e não estou a desvalorizar nenhuma delas, uma pessoas que não cuida dela tem menos disponibilidade para cuidar dos outros. E estou a falar para aquelas mães que conheço, que sabem a importância de praticar desporto, mas que depois se sentem culpadas por deixar os filhos ao cuidado de outras pessoas enquanto elas cuidam delas... E depois também se sentem culpadas porque estou a negligenciar o seu bem estar, não apenas físico mas também mental.
O praticar uma atividade física tem uma vertente psicológica muito forte, de superação de limites, de descoberta de novos... de novos objetivos de vida!

E voltando à questão de abertura, "mas eu não tenho tempo...", o primeiro passo é estabelecer rotinas de exercício. Cada um sabe os seus horários e para incluir uma nova atividade na rotina diária é necessário ajustar esses horários. Decidir quanto tempo despender em quê (cozinhar, arrumar a casa, etc.) e como posso otimizar essas tarefas; em quem posso delegar tarefas; será que posso roubar meia hora de sono de manhã?; será que posso ajustar o meu horário de trabalho?
E após esta análise das rotinas diárias, escolher a atividade física a praticar, de acordo com interesses e objetivos. Gostava de fazer algo que já fiz no passado? Ir para o ginásio? Escolher uma atividade nova? Fazer em grupo? Fazer sozinha? Perder peso? Sentir-me mais leve e relaxada no final do dia?
E de seguida, passar à ação: começar a fazer!!! Sem remorsos, sem culpas, sem constrangimentos, sem medos de algumas dores que possam surgir. E ultrapassando as resistências iniciais, tanto pessoais como das pessoas em redor, especialmente da família.

Boas atividades
Isabel Pedrosa Soares

Sem comentários:

Enviar um comentário